Notícias

Infraestrutura esportiva

Governo Federal assina reforma da pista de atletismo de Presidente Prudente, referência na modalidade

Estrutura na Universidade Estadual Paulista (Unesp) receberá investimento de R$ 5,4 milhões e tem previsão de receber 30 eventos anuais, além de projetos sociais e de alto rendimento
Publicado em 12/01/2021 14h40 Atualizado em 12/01/2021 18h01
12012021_prudente1150.jpeg

Foto: Ronaldo Caldas/Min. Cidadania

Na tarde desta segunda-feira, 11.01, foi assinado pelo secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, o documento que garante a Reforma da Pista de Atletismo e aquecimento da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente, em São Paulo. A reunião de assinatura contou com a presença dos medalhistas olímpicos André Domingos e Maurren Maggi, do secretário nacional de esportes de Alto Rendimento, Bruno Souza, da secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Fabíola Molina, e do prefeito de Presidente Prudente, Edson Tomazini. O grupo se encontrou, em seguida, com o presidente Jair Bolsonaro, que prestigiou a reforma da pista.

“Esporte é saúde e vida. Sabemos da importância disso. Agradeço ao nosso secretário Marcelo por estar tratando de maneira exemplar a questão do esporte no Brasil. Esta pista em Presidente Prudente é muito bem-vinda e com toda certeza ajudará toda a região e o Brasil num ano em que nós temos agora no Japão as Olimpíadas”, afirmou o presidente.

 


O projeto já teve recurso empenhado no valor de R$ 5,4 milhões. A obra abrange a troca do revestimento de borracha e a recuperação do sistema de drenagem da pista. Tem durabilidade prevista de 15 anos e uma estimativa de 200 mil utilizações por ano, com média de 30 competições/eventos anuais. O objetivo é manter os atletas atuais que utilizam e precisam do espaço, trazer novos atletas e ampliar perspectivas para modalidade, assim como novos campeonatos. Uma das premissas é aumentar a realização de projetos de cunho social na região, promovendo atividades que desenvolvem saúde, bem estar e qualidade de vida a crianças e adolescentes.

Eu não canso de falar: o dinheiro tem que chegar na ponta, na mão do atleta, para as pessoas mais vulneráveis. O esporte é a maior ferramenta de transformação que esse país tem”

Marcelo Magalhães, secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania

“É uma oportunidade de devolver para a plataforma esportiva tudo o que ela me deu. A porta aqui está sempre aberta a iniciativas assim. Eu não canso de falar: o dinheiro tem que chegar na ponta, tem que chegar na mão do atleta, para as pessoas mais vulneráveis. O esporte é a maior ferramenta de transformação que esse país tem”, disse Marcelo Magalhães.

A conquista da reforma contou com um pedido especial do medalhista olímpico André Domingos, logo que se tornou embaixador dos Jogos Escolares Brasileiros - JEB's, em novembro de 2020. O projeto foi acolhido pelo Ministério da Cidadania. O ex atleta comemorou: “Vai sair, vai acontecer, há dez anos que a gente batalha por isso. O primeiro dia que cheguei aqui e vi ex-atletas trabalhando pelo esporte fiquei muito feliz, porque são pessoas que entendem, que fizeram isso a vida inteira”, comentou.  “Eu acho que a gente nunca teve isso, esse espaço de abrir as portas, receber os atletas aqui e fazer a coisa se tornar realidade. Acho que a união da equipe de vocês em reconhecer o DNA de cada local, de cada necessidade, de cada cidade é ímpar”, concluiu.

A pista de atletismo de Presidente Prudente foi construída em 1971 e sua última reforma ocorreu em 2002. À época, foi comparada às melhores estruturas do mundo e recebeu inúmeras competições regionais, estaduais e nacionais. Na pista, foram produzidas quase 20% das medalhas olímpicas do atletismo brasileiro. Ao longo de 30 anos, vários atletas passaram por lá. Atletas treinados na região conquistaram dez medalhas em Jogos Pan-Americanos e oito em jogos Paralímpicos. Atualmente, a pista atende também aos treinamentos de equipes universitárias e representativas do município e da região.

Única mulher medalhista olímpica do atletismo brasileiro, a saltadora Maurren Maggi esteve presente na cerimônia e recebeu o convite para ser embaixadora do JEB’s. A campeã olímpica em Pequim 2008 se junta a André Domingos, aos campeões olímpicos do vôlei Giba e Serginho, à ginasta Flávia Saraiva, à judoca Mayra Aguiar e à campeã olímpica Jackie Silva, do vôlei de praia. 

“Eu tenho o parâmetro do esporte de ontem, para trás, e de hoje, que é a oportunidade que tive de vir hoje e conhecer essas pessoas maravilhosas trabalhando. É uma oportunidade incrível ter esse contato e saber que vai acontecer. Para mim, está sendo incrível”, afirmou a ex atleta. “É outra perspectiva. Eu, que sempre batalhei pelo esporte, a partir de agora tenho uma outra visão. Sei que muita coisa vai mudar e vou ajudar”.

Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania