Notícias

Investimentos federais

Escolas de Esporte de Aracaju vão ganhar cobertura nas quadras poliesportivas

Obras serão financiadas com recursos federais da Secretaria Especial do Esporte. Projetos nessas escolas atendem 800 crianças e jovens em áreas de vulnerabilidade social e serão ampliados após as reformas nos equipamentos
Publicado em 27/11/2020 17h32
27112020_aracaju1.jpeg

As crianças e adolescentes dos bairros Santa Maria e Santos Dumont, em Aracaju (SE), receberam uma notícia aguardada: as quadras das Escola de Esporte Professor Kardec e da Escola de Esporte José Gerivaldo Garcia receberão cobertura e, com isso, ambos os equipamentos poderão oferecer, além de mais conforto, mais modalidades para suas comunidades. As obras serão financiadas pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, em mais um investimento do Governo Federal em infraestrutura esportiva. 

Percebendo essa necessidade para que as crianças possam fazer as aulas do programa das Escolas de Esporte, o Governo Federal vai fazer uma obra de cobertura nas duas quadras. A cidade poderá atender mais crianças. Hoje as aulas são interrompidas por causa do sol"

Fabíola Molina, secretária nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social

Na última terça-feira (24.11), a secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (SNELIS) da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Fabíola Molina, esteve em Aracaju e visitou as instalações das escolas. Ao perceber que as condições não eram adequadas, ela consultou o secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães, que assegurou os recursos para a cobertura dos equipamentos. 

“Eu estive em Aracaju para o lançamento da etapa nacional da Gymnasiade, organizada pela CBDE (Confederação Brasileira do Desporto Escolar). Aproveitei para visitar as instalações públicas de esporte nessas escolas. Aracaju faz muito calor e algumas aulas acontecem em quadras descobertas. Isso impede que as crianças façam aulas em determinados horários devido ao calor”, conta Fabíola. 

“Percebendo essa necessidade para que as crianças pudessem fazer as aulas do programa das Escolas de Esporte, o Governo Federal vai fazer uma obra de cobertura nas duas quadras. Com essas obras, a cidade poderá atender mais crianças em um momento em que as aulas hoje são interrompidas por causa do sol. São comunidades em áreas de vulnerabilidade social, e essa é mais uma ação que fazemos para que o esporte possa realmente chegar a quem mais precisa lá na ponta, entregando uma estrutura melhor para a realização de nossos projetos sociais”, prossegui a secretária da SNELIS. 

Superintendente especial de esporte do Governo do Estado de Sergipe, Mariana Dantas conta que a cobertura das quadras representa a concretização de um antigo sonho. “Eu fiquei muito feliz quando a secretária Fabíola me deu a notícia de que a Secretaria Especial do Esporte tinha autorizado os recursos para a cobertura das quadras das nossas Escolas de esporte. Isso é a realização de um sonho. Eu trabalho nesse projeto desde 2017, quando era diretora de esportes e as escolas ficavam sob minha coordenação, e sempre tentei cobrir aquelas quadras de alguma maneira e nunca consegui. E agora vocês dão esse presente para as crianças, os professores e as comunidades. Estou muito emocionada”, diz Mariana Dantas. 

27112020_aracaju_2.jpeg
Secretaria Fabiola Molina esteve em Aracaju e visitou instalações das escolas. Foto: Divulgação

Juntas, a Escola de Esporte Professor Kardec, em Santa Maria, e a Escola de Esporte José Gerivaldo Garcia, em Santos Dumont, atendem cerca de 800 crianças e jovens, entre 6 e 17 anos, no contraturno escolar. A elas, são oferecidas a prática de 12 modalidades: futebol, futsal, vôlei, judô, jiu-jitsu, ginástica artística, ginástica rítmica, kickboxing, atletismo, muai Tay, westling (luta olímpica) e tênis de mesa. “Como as escolas estão em bairros de alta vulnerabilidade, à noite e nos fins de semana a gente abre o acesso para os adultos. Foi a contrapartida para que eles mesmo conservassem os espaços”, explica Mariana. 

Para ela, a cobertura das quadras, além do conforto, permitirá que as Escolas de Esporte ampliem o leque de modalidades oferecidas. “Cada escola dessas é composta por um campo de futebol, uma quadra sem cobertura, um galpão e duas salas administrativas, além do espaço de convivência. Como aqui é quente e ainda temos um curto período de chuva,  restringimos as modalidades que fazemos na quadra. Esportes que poderiam ser realizados às 14h ou às 15h, em vez de serem benéficas são sacrificantes”, detalha a superintendente especial de esporte de Aracaju. 

“A cobertura vai permitir  oferecer mais modalidades e atender mais crianças. Hoje, não conseguimos ampliar os atendimentos justamente pela restrição de horários. O basquete e o handebol ficaram preteridos em função disso. Agora, vamos oferecer as duas modalidades e tudo com mais conforto. Além disso, vamos poder realizar eventos, jogos entre outras escolas, ou seja, vamos ampliar o leque de opções”, estima Mariana Dantas. 

“É papel da Secretaria Especial do Esporte fortalecer o esporte em todas as regiões do país. A secretária Fabíola nos trouxe a realidade das Escolas de Esporte em Aracaju e prontamente buscamos esses recursos para as obras de cobertura. Eles realizam um trabalho muito bom junto àquelas comunidades e essa obra vai ajudá-los a fortalecer esses projetos. O esporte tem o poder de mudar a realidades dessas crianças e jovens, mas, para isso, eles precisam de oportunidades. E o Governo Federal tem trabalhado para oferecer essas oportunidades”, afirma o secretário Especial do Esporte, Marcelo Magalhães. 

Diretoria de Comunicação - Ministério da Cidadania