Notícias

Desporto Escolar

Bicampeã olímpica com a Seleção Brasileira de vôlei, Paula Pequeno é a mais nova embaixadora dos JEB’s

Medalha de ouro nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, a brasiliense é a 29ª estrela do esporte nacional a integrar o time de embaixadores dos Jogos Escolares Brasileiros. Competição tem início no dia 29 de outubro, no Rio de Janeiro
Publicado em 11/10/2021 21h56
11102021_paula1150.jpg

Foto: Agência Brasil

Os Jogos Escolares Brasileiros – JEB’s 2021, que serão disputados a partir do próximo dia 29, no Rio de Janeiro, têm uma nova embaixadora: a bicampeã olímpica Paula Pequeno. Medalha de ouro nos Jogos de Pequim 2008, quando foi eleita a melhor jogadora de vôlei da competição, Paula ajudou o Brasil a conquistar, quatro anos depois, nos Jogos de Londres 2012, a segunda medalha de ouro do vôlei feminino brasileiro.

A brasiliense, que quando era estudante disputou os JEB’s e guarda com carinho todos os momentos que viveu na competição, não escondeu a emoção por ter sido convidada para fazer parte do time estelar dos embaixadores dos Jogos Escolares Brasileiros.

“Gostaria de parabenizar a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania pela iniciativa de retomar os Jogos Escolares Brasileiros, o famoso JEB’s. Tenho muito orgulho de ser uma das embaixadoras desse projeto tão lindo, que já fez diferença na minha vida. Eu pude participar dos JEB’s quando era muito jovem e tenho certeza de que vai agregar muito para a vida dessas crianças, até porque a gente sabe que o esporte é o grande aliado da educação”, disse a bicampeã. Ao aceitar o convite feito pela Secretaria Especial do Esporte, Paula tornou-se a 29ª atleta a integrar o time estelar dos embaixadores dos JEB’s.

 

Com Paula Pequeno, os JEB’s têm agora nove campeões olímpicos e um megacampeão paralímpico como embaixadores. Além da bicampeã, são embaixadoras Rebeca Andrade (ouro e prata na ginástica artística em Tóquio 2021), Fofão (levantadora campeã olímpica pela Seleção Brasileira de vôlei em Pequim 2008), Maurren Maggi (única brasileira campeã olímpica no atletismo, com o título no salto em distância, em Pequim 2008) e Jacqueline Silva (campeã olímpica no vôlei de praia em Atlanta 1996).

Tenho muito orgulho de ser uma das embaixadoras desse projeto tão lindo, que já fez diferença na minha vida. Eu pude participar dos JEB’s quando era muito jovem e tenho certeza de que vai agregar muito para a vida dessas crianças, até porque a gente sabe que o esporte é o grande aliado da educação”

Paula Pequeno, bicampeã olímpica de vôlei

Entre os homens, Joaquim Cruz (campeão olímpico do atletismo nos 800m em Los Angeles 1984), Arthur Zanetti (campeão olímpico na ginástica artística em Londres 2012), Serginho (ouro nos Jogos de Atenas 2004 e Londres 2012 com a Seleção Brasileira de vôlei), Giba (ouro nos Jogos de Atenas 2004 no vôlei) e Daniel Dias (14 ouros em Jogos Paralímpicos na natação) estão entre os embaixadores.

Além deles, integram o time diversas estrelas do esporte: Natália Falavigna (campeã mundial e medalhista olímpica no taekwondo), Daiane dos Santos (campeã mundial na ginástica artística), Helen Luz (campeã mundial e medalhista olímpica no basquete), Mayra Aguiar (bicampeã mundial no judô e três vezes medalhista olímpica), Flávia Saraiva (destaque da seleção de ginástica artística), os craques do futebol Thiago Silva, Emerson Sheik, Zico e Edmilson, a estrela do futsal Falcão, Tiago Camilo (medalhista olímpico no judô), Nenê Hilário (17 anos pela NBA), Sandro Dias (multicampeão no skate), André Domingos (medalhista olímpico no atletismo), José Aldo (bicampeão do UFC) e Renzo Gracie (mestre em jiu-jitsu).

A lista dos embaixadores conta ainda com três atletas olímpicos que hoje trabalham na Secretaria Especial do Esporte: Bruno Souza, que disputou os Jogos de Atenas 2004 e Pequim 2008 no handebol, atual secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento (SNEAR); Fabíola Molina, nadadora que disputou as Olimpíadas de Sydney 2000, Pequim 2008 e Londres 2012, atual secretária Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (SNELIS); e Luisa Parente, ginasta que disputou os Jogos de Seul 1988 e Barcelona 1992, atual secretária da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).

JEB’s 2021

Os Jogos Escolares Brasileiros de 2021, abertos para estudantes de 12 a 14 anos, voltam a ser disputados este ano após um hiato de 17 anos sem a realização da competição. O megaevento escolar movimentará o Rio de Janeiro entre os dias 29 de outubro e 5 de novembro. Todas as 27 unidades da Federação já confirmaram presença e mais de 5,3 mil estudantes irão competir na capital fluminense.

Os JEB’s serão realizados terão disputas oficiais em 17 modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, judô, vôlei, vôlei de praia, natação, tênis de mesa, xadrez, caratê, wrestling, ginástica artística, ginástica rítmica, badminton, ciclismo e taekwondo. Além disso, o evento contará disputas de skate, escalada, dança, curling e polo aquático como modalidades demonstrativas.

A maior parte das modalidades serão disputadas no Parque Olímpico da Barra, coração dos Jogos Rio 2016. O atletismo será em outro local porque não há pista oficial no Parque Olímpico. As alternativas são as instalações militares reformadas para os Jogos Rio 2016.

Os Jogos Escolares Brasileiros são organizados pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE), em parceria com a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, e contam com o apoio da Federação de Esportes Estudantis do Rio de Janeiro (FEERJ).

Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania