Notícias

SEGURANÇA ALIMENTAR

Projeto Hortas Pedagógicas, do Governo Federal, segue com produção de alimentos nas escolas e ampara famílias durante a pandemia

Apesar de as aulas presenciais estarem suspensas, os cuidados com as plantações continuam. Alimentos contribuem para o sustento e a nutrição saudável de toda a comunidade escolar
Publicado em 15/09/2020 17h57 Atualizado em 15/09/2020 17h58

Na zona rural do Piauí, o plantio e a colheita de verduras e legumes na Escola Municipal José Pacífico de Sousa não pararam. A produção é realizada graças ao projeto Hortas Pedagógicas, do Governo Federal, parceria entre o Ministério da Cidadania, a Embrapa Hortaliças e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que atende a estudantes do 1º ao 9º anos do Ensino Fundamental, além de professores, gestores, merendeiras, nutricionistas e pais de alunos. Mesmo com a suspensão das aulas presenciais, por conta da pandemia do novo coronavírus, o projeto se mantém. Aulas remotas auxiliam a comunidade escolar nos cuidados com a horta.

“Cerca de 30% da comunidade escolar está sendo beneficiada. Pode parecer pouco, mas é muito em virtude da pandemia, por não haver contato direto. O que está ajudando são as aulas remotas. Sem isso, não teria chances de o projeto continuar. Como exemplo, tem um pai de aluno que faz hambúrguer, e nós doamos alguns pés de alface para ele. Assim vamos sustentando a horta”, afirma Fernando Ferreira de Sousa, diretor da Escola Municipal José Pacífico de Sousa.

O Hortas Pedagógicas tem o objetivo de aumentar a segurança alimentar e nutricional de famílias com altos índices de vulnerabilidade, por meio da educação multidisciplinar e pela distribuição dos alimentos cultivados. O projeto começou em 2018 em dois municípios: São Luís (MA), na Unidade de Educação Básica Jackson Lago (zona urbana) e na Unidade de Educação Básica Augusto Mochel (zona rural); e José de Freitas (PI), na Escola Municipal Tia Amélia (zona urbana) e na Escola Municipal José Pacifico de Sousa (zona rural). Na época, foram capacitadas 1.800 pessoas da comunidade escolar.

No município de José de Freitas, 500 alunos foram beneficiados diretamente pelo projeto. As escolas vêm realizando o plantio e o cuidado com as hortas, sob a orientação do Instituto Federal do Piauí – Campus de José de Freitas, além de contar com o apoio da Prefeitura Municipal. “Neste ano, desde o mês de julho, já produzimos alface, couve, coentro, cebolinha, tomate e abobrinha. Fazemos a distribuição às famílias e aos funcionários, já que não estamos tendo aulas presenciais. O projeto não parou. Estamos trabalhando firme e forte”, conta o diretor Fernando.

Para expandir a implantação do Hortas Pedagógicas, o Ministério da Cidadania realizou em 2019 parceria com as secretarias estaduais da Educação de Amapá, Alagoas, Ceará, Pará e Rio Grande do Sul, a partir de critérios estabelecidos por meio de Edital de Justificativa. As parcerias envolvem recursos da ordem de R$ 1.265.109,05 por parte do Ministério da Cidadania, sendo o valor de contrapartida de R$ 98.907,44.

Ao longo do desenvolvimento do projeto do Governo Federal, incorporou-se a participação de empresas de assistência técnica, unidades descentralizadas da Embrapa e instituições de ensino, numa parceria de alimentação saudável que beneficia escola, família e sociedade.

Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania