Notícias

Criança Feliz

Município de Montenegro (RS) adere às atividades do Mês da Primeira Infância

Atividades serão em agosto e têm como objetivo promover ações voltadas ao cuidado, educação e saúde de crianças de zero a seis anos. Iniciativa também conta com a adesão de 18 estados
Publicado em 21/07/2021 21h04

A secretária nacional de Atenção à Primeira Infância (SNAPI) do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira Lira Miranda, e o prefeito do município de Montenegro (RS), Gustavo Zanatta, assinaram Termo de Compromisso para adesão ao Mês da Primeira Infância nesta quarta-feira (21.07). A iniciativa inédita, com atividades marcadas para agosto, já têm a adesão de 18 estados.

A prefeitura de Montenegro assume o compromisso de promover a pauta da Primeira Infância em conjunto com parceiros locais e a participar de ações e de eventos promovidos pela SNAPI durante agosto, assim como produzir materiais para a disseminação de informações sobre o tema.

“Estamos muito felizes com a adesão de mais um município à nossa programação. Esse mês de agosto vai trazer uma agenda com o propósito de fazer com que a sociedade brasileira volte o seu olhar para as crianças. O objetivo é que possamos ampliar o debate e a conscientização de todos num âmbito governamental, com as famílias e as instituições. Cuidar da infância tem que ser prioridade”, afirmou a secretária Luciana Miranda.

O prefeito Gustavo Zanatta também celebrou a parceria. “É nossa obrigação, como gestores públicos, assegurar dignidade às crianças, para que se desenvolvam com saúde e segurança”.

Com o tema “O Brasil do futuro começa agora”, o Mês da Primeira Infância vai promover uma agenda nacional de atividades e diálogos envolvendo governo e sociedade civil para conscientizar sobre a necessidade de se incentivar e os cuidados com as crianças de zero a seis anos. É nessa faixa etária que elas recebem os principais estímulos motores, emocionais e intelectuais. Quanto melhores e mais qualificados forem essas experiências nos primeiros anos de vida, melhor será o desenvolvimento completo do indivíduo.

Para as atividades do mês da Primeira Infância, as metodologias escolhidas foram aulas e apresentações online, com a participação de moderadores, palestrantes e convidados, e a oferta de conteúdos e materiais, como vídeos, textos, tarefas e questionários.  Estados e iniciativa privada estão convidados a compor os painéis e a ministrar palestras, workshops, relatos de boas práticas, além de minicursos, atividades culturais, oficinas, entrevistas, entre outros.

A atenção à primeira infância é uma das prioridades do Governo Federal, que tem como missão romper o ciclo de pobreza e de violência. Os estados que já confirmaram participação nas atividades são: Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins.

Criança Feliz

Na visita, o prefeito manifestou interesse em inscrever Montenegro no Programa Criança Feliz. Ele afirmou que as visitas domiciliares vão ajudar o município no reconhecimento mais preciso das características, potencialidades e necessidades das crianças da região. “Esse acompanhamento vai resultar em propostas de intervenções dirigidas a cada realidade”, analisou.

O Criança Feliz é o maior programa de visitação e atenção à primeira infância do mundo. Supervisores e visitadores vão de casa em casa e realizam o acompanhamento de gestantes e crianças de zero a seis anos, além de passar orientações aos cuidadores sobre a importância de atividades que estimulem as crianças a desenvolver habilidades cognitivas, linguísticas, motoras, socioemocionais e um comportamento adaptativo.

Ao todo, o programa está presente em 2.902 municípios brasileiros e no Distrito Federal. Já são mais de 1.309.247 pessoas alcançadas, sendo 1.084.326 crianças e 260.921 gestantes.

Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania