Acervos Privados

Publicado em 29/09/2017 17h55 Atualizado em 12/06/2020 12h42

Embora a missão do Arquivo Nacional seja recolher, preservar e dar acesso à documentação permanente do Poder Executivo Federal, a instituição guarda milhares de documentos provenientes de empresas privadas, famílias, produtoras cinematográficas e personalidades da política, da ciência e da cultura brasileira, recebidos por meio de doação. Conheça nossa política de recebimento de acervos privados.

São fotografias, cartas, recortes de jornais, bilhetes, cadernos de anotações, condecorações, prêmios, relatos de pesquisa, discursos e pronunciamentos, além de coleções de livros, discos e filmes. Entre tais acervos destacamos aqueles de Eusébio de Queirós, de Duque de Caxias, de Luiz Carlos Prestes, de Salgado Filho, de San Tiago Dantas, de Apolônio de Carvalho, de Mário Lago, da Família Ferrez, de Maria Beatriz Nascimento, dos presidentes da República Floriano Peixoto, Prudente de Moraes, Afonso Pena, João Goulart, do jornal Correio da Manhã, da TV Tupi, da Rádio Mayrink Veiga, da Federação Brasileira pelo Progresso Feminino e da Associação dos Arquivistas Brasileiros.

Para consultar tais documentos, o usuário deve utilizar a base de dados SIAN (Sistema de Informações do Arquivo Nacional) ou mesmo consultar os diversos instrumentos de pesquisa do Arquivo Nacional.

Clique aqui para acessar a lista dos acervos privados

Para solicitar cópia do documento localizado, para maiores informações ou mesmo para dirimir dúvidas, entre em contato com o Setor de Atendimento a Distância ou ainda com o Setor de Atendimento Presencial na sede do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro.

Atendimento a Distância (RJ):
E-mail: consultas@arquivonacional.gov.br
Telefone: (21) 2179-1257

Atendimento Presencial (RJ):
Endereço: Praça da República, 173, Centro – Rio de Janeiro (RJ)
Horário de atendimento de 7h30 às 19h30, sendo permitida a entrada apenas até às 18h30.