Notícias

ABCD traduz para o português e disponibiliza curso a distância da Agência Mundial Antidopagem

Dois módulos já estão com o acesso liberado e gratuito a partir de um cadastro virtual. Ação brasileira vai colaborar também com outros países de língua portuguesa
Publicado em 02/09/2020 10h58 Atualizado em 02/09/2020 13h06
Adel

A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) traduziu para o português e disponibilizou, na última terça-feira (01.09), dois dos seis módulos da plataforma de educação a distância (ADEL) da Agência Mundial Antidopagem (WADA, na sigla em inglês). A partir de um cadastro, todos que se interessarem pelo tema terão acesso gratuito aos conteúdos relacionados ao esporte limpo e à antidopagem, e receberão um certificado após a conclusão do curso. 

"A ADEL é uma plataforma educacional da Agência Mundial Antidopagem, mas todo o seu conteúdo está originalmente em inglês, o que dificulta um pouco para os países de língua portuguesa. Então a compra pelo Brasil, por meio da ABCD, de vários módulos dessa plataforma educacional, para que a gente pudesse traduzir todo esse conteúdo e disponibilizar para os atletas e outros públicos-alvo, é uma ação importantíssima para a disseminação do conteúdo antidopagem", destaca a diretora técnica da ABCD, Fernanda Bini. 

A ADEL é uma plataforma educacional da Agência Mundial Antidopagem, mas todo o seu conteúdo está originalmente em inglês, o que dificulta um pouco para os países de língua portuguesa. Então a compra pelo Brasil, por meio da ABCD, de vários módulos dessa plataforma educacional, para que a gente pudesse traduzir todo esse conteúdo e disponibilizar para os atletas e outros públicos-alvo, é uma ação importantíssima para a disseminação do conteúdo antidopagem."    
Fernanda Bini, diretora técnica da ABCD

 "Todos os módulos têm conteúdos importantíssimos para que a gente possa educar a todos na busca pelo jogo limpo e têm certificado para os interessados. Então todos aqueles que tiverem algum interesse em participar, em fazer esses cursos, basta acessar a parte de educação do site da ABCD, entrar nos módulos e fazer o cadastro para a plataforma", convida a diretora.  Segundo ela, outros módulos ainda estão sendo traduzidos e serão liberados gradualmente.

"Todo esse material já está previsto como parte do nosso programa de educação, e deve ser obrigatório para alguns públicos no ano que vem", acrescenta. Até o momento estão disponíveis o Programa de Aprendizagem para Atletas sobre Saúde e Antidopagem (ALPHA), com informações aos atletas sobre os perigos da dopagem e a importância dos métodos de controle, e o Consciência de Segurança para Todos (iSAFE), que tem o objetivo de ajudar na identificação de ameaças de segurança. 

Contribuição internacional 

 A iniciativa da ABCD também está sendo compartilhada com outros países de língua portuguesa. As autoridades nacionais de Angola e Moçambique já receberam materiais educativos e documentos para auxiliar nas ações para garantir o jogo limpo. São conteúdos da WADA que foram traduzidos do inglês para o português por uma equipe contratada pelo Ministério da Cidadania. Além dos cursos da ADEL, também foram compartilhados o Código Mundial Antidopagem, que entra em vigor em janeiro de 2021, e os padrões internacionais de educação, gestão de resultados, controle de dopagem e coleta de material. 

"Por conta dessa necessidade de cooperação internacional em matéria antidopagem, a atitude que o Brasil teve de agilizar a tradução desse conteúdo deve facilitar e colaborar  muito com todos os países de língua portuguesa no mundo. Então não deixa de ser um legado do país para todos. Estamos muito felizes com essas aquisições e essa possibilidade", comemora Fernanda.                                                                                                                                                                                                              

Diretoria de Comunicação - Ministério da Cidadania